Economia

38ª edição da FILDA com mais de mil expositores confirmados

joaquimjose
Jul 12, 2023

Mil e duzentos e dois expositores vão participar na 38ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA) que decorre de 18 a 22 de Julho, disse esta terça-feira, o Secretário de Estado para a Economia, Ivam dos Santos.

Imagem de arquivo

Segundo a Angop, esses dados foram fornecidos, ontem, pelo Secretário de Estado para a Economia, Ivam dos Santos, durante um encontro com os jornalistas, denominado “Matabicho económico”, que visou entre outros aspectos, dar a conhecer como será a 38ª Edição da Filda/2023.

Contrariamente a 2022, a presente edição conta com quatro empresas a mais. Na edição anterior registou-se uma participação de 1 198 expositores entre nacionais e estrangeiros.

O responsável deu nota positiva ao grande número de empresas estrangeiras e destacou igualmente a importância que representa o Prodesi/ 2.0 para o país, que para si visa garantir benefícios fiscais e permitir um ecossistema resiliente até 2027.

O evento que vai decorrer na Zona Económica Especial (ZEE), numa área de 24 mil metros quadros, sob o tema central “Economia digital, a nova fronteira da mundial”, visa contribuir para o desenvolvimento empresarial, melhoria do ambiente de negócios, impulsionamento e surgimento de novas empresas e investimentos no mercado angolano.

No certame, estarão representadas 16 das 18 províncias do país, 122 países estrangeiros, com destaque para os Estados Unidos da América, Brasil, Indonésia e República Checa, que se vão estrear de forma oficial.

Por sua vez, o presidente do Conselho de Administração do Grupo Arena, Bruno Albernaz – um dos organizadores do evento, considera que as participações directas e indirectas duplicaram para esta edição é que o evento vai registar 400 empregos temporários, com a participação de 38 empresas prestadoras de serviços, tendo em conta que é a maior bolsa de negócios do país.

Para o presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), João Nkosi, disse que os serviços feitos em Angola vão igualmente se fazer presentes na FILDA, com 430 candidatos, que representam o registo de 695 produtos novos, os quais estão associados a 140 empresas nacionais e a emissão de 559 selos em vários serviços originais.

A FILDA é um palco para a promoção da produção nacional, que dá ênfase à diversificação da economia, negócios e fomento do emprego, desde a primeira edição, em 1983.

A Feira Internacional de Luanda foi, até ao ano de 2016, organizada por diferentes entidades gestoras, tendo, desde a 33 edição, intervenção do Ministério da Economia e Planeamento como promotor do evento e a Eventos Arena como organizadora.