Economia

Angola entre os 10 países com taxas de juros mais altas no mundo

manuelsumbo
Ago 08, 2022

Angola consta da lista dos 10 países com as taxas de juros directoras mais altas do mundo, segundo apurou o Mercado, com base nos dados disponibilizados pelos Bancos Centrais e pelo Trading economics, até Julho deste ano.

Recentemente o Comité de Política Monetária (CPM) do Banco Nacional de Angola (BNA) decidiu manter a taxa básica de juro (Taxa BNA) em 20%. Com esta taxa, Angola ocupa a 7 posição juntamente com a Libéria dos países com os juros mais altos, numa lista de 168 países do mundo.

O Ranking dos 10 países com as taxas de juros mais altas do mundo é liderado pelo Zimbabwe, depois de o banco Central daquele país subir a taxa de juro directora de 80% para 200%, a fim de tentar controlar a inflação, que chegou a ultrapassar os 200% em Julho deste ano.

O Zimbabwe abandonou sua moeda em 2009 devido à hiperinflação, embora tenha sido reintroduzida mais tarde, várias moedas são usadas no país, incluindo o dólar americano e o rand sul-africano.

Em seguida está a Argentina, com uma taxa básica de juros definida em 60%, em Julho, marcando a sétima alta neste ano, seguida pela Venezuela com uma taxa de 56%.Assim, os três países compõem o Top 3 das maiores taxas de juros do mundo.

Constam também da lista dos 10 países com as maiores taxas: Iêmen (52%), Ucrânia (25%), Sudão (23,8%), Angola (20%), Libéria (20%), Gana (19%) e Moldávia (18,5%).

Se compararmos as taxas de cada continente, Zimbabwe, por ter a maior taxa do mundo, tem também a maior taxa do continente africano. Seguido do Sudão, Libéria, Angola e Gana, foram o top5 das taxas mais altas de África.

Já Cabo Verde, tem a taxa mais baixa do continente berço, o Banco Central do arquipélago decidiu manter a taxa de juros em 0,25%, também a mais baixa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), num ranking em que Angola tem a maior taxa.

A nível da Europa, verifica-se que a Ucrânia tem a taxa de juros mais alta, desde a invasão russa o Banco central só elevou a taxa básica de juros em Junho, passando de 10% para 25%.

Quanto ao continente americano, Argentina e Venezuela com 60% e 56%, respectivamente, têm as maiores taxas de juros e também as maiores taxas de inflação da América. Segue-se ainda o Haiti (17%), Brasil (13,25%) e Suriname (10%). Juntos formam as cinco maiores taxas do continente.

O ranking das taxas mais baixas da América é liderado pela ilha dos Barbados com uma taxa de 2%, seguida pela Belize e Cuba, ambos com uma taxa de juros de 2,25%.

Os Estados Unidos surgem na sexta posição com taxa de juros de 2,5%, depois de a Reserva Federal (Fed), liderado por Jerome Powell elevar 0,75 pontos na taxa de juros oficial, em Julho último.

Mercado