Politica

Angola vota a favor da resolução sobre integridade da Ucrânia

armandomaquengo
Out 13, 2022

 Angola juntou-se aos Estados-Membros da ONU que votaram, nesta quarta-feira (12), a favor da resolução sobre a Integridade Territorial da Ucrânia, defendendo os princípios da Carta das Nações Unidas.

O documento referenciado pela Angop, que foi à votação, durante a décima-primeira sessão Especial de Emergência da Assembleia Geral, obteve 143 votos a favor, 35 abstenções e 5 contra , refere uma nota da Missão Permanente de Angola junto da ONU em Nova Iorque.

Ao proferir o discurso do país, a Representante Permanente de Angola junto das Nações Unidas, Maria de Jesus Ferreira, afirmou que Angola votou a favor da presente resolução, em conformidade com o bem fundado do princípio sacrossanto da integridade territorial.

Trata-se de um princípio consagrado na Constituição da República de Angola que define o país como um Estado unitário e indivisível, cujo território é inviolável e inalienável.

Fundamentos no quadro dos princípios da UA

“A nossa posição está igualmente conforme as provisões da Carta das Nações Unidas e do Acto Constitutivo da União Africana (UA)”, aclarou a diplomata.

Sublinhou o facto de a organização predecessora da União Africana, a Organização da Unidade Africana (OUA) ter ditado as bases fundamentais do mesmo princípio quando os pais fundadores decidiram, em 1964, manter o princípio da intangibilidade das fronteiras herdadas do colonialismo.

Destacou que desde os anos 60, o povo russo manifestou sempre a sua amizade e solidariedade para com o povo angolano, tendo desempenhado um papel determinante na luta de libertação contra o colonialismo e contra a invasão do território angolano pelo exército do regime do Apartheid da África do Sul.