Actualidade

ANGOSAT-2: Satélite atinge posição orbital 23E

armandomaquengo
Nov 04, 2022

O satélite ANGOSAT-2 atingiu, na passada quinta-feira, 3, a sua posição final 23E, na órbita geoestacionária.

A posição do satélite, segundo informa o Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), o coloca a uma distância de cerca de 36 mil km a nível da superfície da terra.

Durante 23 dias, após o seu lançamento a 12 de Outubro, partir do Cosmodromo de Baikanour, Cazaquistão, especialistas angolanos do GGPEN com apoio de especialistas russos em Luanda, Moscovo e Zheleznogorsk realizaram várias manobras que envolveram princípios de engenharia relacionados com mecânica orbital, com sucesso.

Com o parqueamento do ANGOSAT-2 na posição orbital 23E, segue-se a segunda fase de testes relacionado com a verificação do desempenho dos parâmetros dos canais de comunicação do satélite. Tem seis canais de comunicação na banda C, 24 feixes de comunicação na banda Ku.

Conforme o GGPEN, o funcionamento do ANGOSAT-2 é nominal, sendo que as operações e os testes continuam a decorrer em conformidade com os procedimentos e o plano definido pelas equipas envolvidas no funcionamento e na manutenção em órbita.

De acordo com a informação do GGPEN, para a operação do ANGOSAT-2 foram formados, pela Rússia, França, Inglaterra e Estados Unidos da América, 67 especialistas que trabalham na gestão do programa espacial nacional, dos quais 25 dedicados a operação do satélite.

A conclusão da segunda fase de testes do ANGOSAT-2, adianta, permitirá levar serviços de telecomunicações às zonas mais recônditas do país a preços competitivos.

O satélite vai cobrir todo o continente africano, parte significativa do Sul da Europa e cobertura quase total da região Sul de África, constituindo-se, igualmente, uma fonte de receitas.