Saúde

Associação Etugafano advoga reforço da educação sobre VIH

armandomaquengo
Nov 29, 2022

O reforço das acções de educação e sensibilização sobre medidas de prevenção do VIH/Sida nas comunidades rurais foi defendido, esta terça-feira, pelo Presidente da Associação Etugafano, na província do Cunene, Anastácio Hinaudafa.

Em declarações à Angop, a propósito do 1 de Dezembro, Dia internacional de luta contra o Sida, referiu que com a normalização da pandemia da Covid-19, urge a necessidade das organizações juntarem sinergias para resgatar o compromisso da luta contra a doença.

Salientou que a disseminação da informação positiva sobre saúde sexual e VIH/Sida vai permitir que a população residente nas zonas rurais esteja devidamente informada sobre o perigo da doença e as medidas mais adequadas para a prevenção da mesma.

Disse que a educação da Sida esteve paralisada há mais de dois anos, facto que, poderá criar contornos nas acções de redução dos índices de prevalência do vírus da Sida na região.

“A educação representa uma grande valia, para melhor preparação das raparigas e jovens com idades compreendidas entre os 10 e 24 anos tanto em língua portuguesa como nacional, com vista a reduzir o risco de adquirir ou transmitir a doença”, sustentou.

Outrossim, disse que a instituição faz o seguimento de 575 pessoas vivendo com a doença, tendo encorajando-os a darem continuidade do tratamento.

Fez saber que a província dispõe de anti-retrovrais para atender a demanda de pacientes.

Entretanto, lamentou a insuficiência de material de propaganda e de logística, para apoio aos 100 activistas comunitários.

A província do Cunene tem uma taxa de incidência e de prevalência do HIV/Sida fixada em 6.1 de novas transmissões, considerada a maior taxa de seroprevalência do país.

O Dia Internacional de de Luta contra o Sida é assinalado a 1 de Dezembro de 1988, com objectivo de sensibilizar, informar e prestar solidariedade às pessoas vivendo com VIH.