Politica

Bureau Político do MPLA repudia “manifestações” contra Executivo

armandomaquengo
Set 28, 2022

O Bureau Político do Comité Central do MPLA repudiou, nesta terça-feira, manifestações que contrariam a acção do Executivo, que tem como foco “trabalhar mais e comunicar melhor”.

Numa nota, o MPLA, partido que sustenta o Executivo, considera “contraproducente quaisquer manifestações discursivas que contrariam a acção imediata do Executivo, consubstanciada em trabalhar mais e comunicar melhor”.

No documento, divulgado hoje, o Bureau Político (BP) do Comité Central do MPLA refere que o Executivo está focado na implementação do Programa de Governo sufragado nas urnas.

Adianta que a implementação tem como premissa fundamental melhorar as condições de vida da população.

“O Bureau Político do MPLA exorta a todo o Povo Angolano no sentido de repudiar, veementemente, todas as acções explícitas ou veladas, que visem alterar o sentimento expresso pelos angolanos nas urnas”, lê-se na nota.

De igual modo, o BP exorta os angolanos a opor-se ao que considera “narrativas eivadas” de intenções que atentam contra a soberania nacional e os seus titulares, a integridade territorial, a ordem constitucional.

O MPLA reitera o compromisso de continuar a trabalhar tendo como bússola uma comunicação verdadeira e honesta, capaz de mobilizar os angolanos em prol do desenvolvimento económico e social do país.

Na nota de repúdio, o MPLA refere que “jamais alinhará com forças políticas que não respeitam a Constituição e a Lei, promovem a subversão, incitam actos de violência e vandalismo, recusam-se a respeitar a vontade popular”.

Sem referir-se a nomes, o documento avança que as forças políticas em causa chegam “ao ponto de não felicitar o vencedor, a quem agora se arroga o direito de convidar para caminhar lado a lado”.

No documento, o MPLA sublinha que como partido sério, com responsabilidades de Estado, caminhará com as forças políticas que defendam o patriotismo e a unidade nacional, promovam a paz e a estabilidade.

O Bureau Político, prossegue a nota, considera graves os discursos injuriosos e de incitação à subversão, feitos por aqueles que na Assembleia Nacional juraram perante o povo angolano em cumprir e fazer cumprir as leis do país.

No documento, aquele órgão do MPLA apela aos seus militantes, simpatizantes e amigos, que mantenham a calma e serenidade, abstendo-se de provocações e deixando que as autoridades competentes respondam com força legal.

Por fim, o Bureau Político do MPLA insta a população em geral a pautar por uma conduta de cidadania em que se eleva a protecção dos direitos individuais e colectivos, no intuito de preservar a paz, a estabilidade e a desaconselhar actos de desrespeito às autoridades.