Actualidade

CEAST exorta ao diálogo para serenar ambiente político

armandomaquengo
Set 20, 2022

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe (CEAST) exortou, nesta segunda-feira, os líderes políticos a dialogarem mais e ajudarem a criar um ambiente social e político mais sereno.

Em declarações à imprensa, à saída de um encontro com o Presidente da República, João Lourenço, o também arcebispo da Lunda-Sul, Dom Manuel Imbamba, manifestou preocupação pelo facto de os partidos políticos estarem a monopolizar a vida na sociedade.

Segundo o presidente da CEAST, Dom Manuel Imbamba, os responsáveis políticos devem contribuir para um ambiente de mais esperança e segurança e não de suspeições.

Acompanhado do arcebispo de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias, disse ter pedido ao Chefe de Estado que ajude a desanuviar o momento de carga política negativa que o país vive, para que a sociedade se distenda mais.

Almeja que, num ambiente de serenidade, os próximos anos sejam de trabalho virado para o bem das populações e do país.

O religioso apelou ainda ao empenho dos políticos na moralização, educação, ética e na promoção de comportamentos positivos e culturais na sociedade.

Aconselhou a que se continue a construir a unidade na diversidade em prol do desenvolvimento humano, social, cultural, político e económico do país.

O presidente da CEAST declarou que a igreja vai continuar a colaborar nos domínios da educação, da saúde e da formação das famílias, com valores éticos.

Considerou necessária a mudança de mentalidades e atitudes para “injectar” na sociedade motivos de alegria, de realização, de encontro e de amizade.

Angola realizou eleições gerais a 24 de Agosto passado. O MPLA obteve 124, dos 220 deputados à Assembleia Nacional, e João Lourenço foi proclamado Presidente da República.

A UNITA ficou com 90 deputados, enquanto a FNLA, o PRS e PHA obtiveram dois representantes cada um na Assembleia Nacional.

Angop