Lifestyle

Conheça alguns segredos da Cenografia e Arte da novela “Caminho das índias”

manuelsumbo
Nov 25, 2022

A trama contou com três cidades cenográficas, construídas nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro.

A maior cidade cenográfica da novela, montada em uma área com cerca de 6.000m², trazia referências das cidades indianas de Jaipur, Jodhpur e Mumbai. Contava com 42 lojas – com letreiros e rótulos dos produtos escritos em Hindi, a língua mais falada na Índia –, um templo em homenagem ao deus hindu Shiva, além das fachadas de um cinema e das casas das quatro principais famílias do núcleo indiano. Doze riquixás (espécie de charrete conduzida por um homem em um triciclo) e oito tuc-tuc (veículo motorizado de três rodas), reproduzidos especialmente para a novela, circulavam pela cidade.

Na outra cidade cenográfica indiana, de 2.500m², foram reproduzidos o Rio Ganges e parte da sua escadaria. Para isso foi aproveitado um lago artificial, que recebeu trilhos para permitir que as câmeras filmassem sobre a água. Como fundo da cidade cenográfica, foram inseridas num back lot (gigantesco painel de chromakey) imagens reais gravadas na Índia, aplicadas às cenas através de efeitos visuais.

A Lapa foi representada em uma área de 3.000m², composta por um armazém, lojas, dois botequins e a pastelaria de Ashima (Mara Manzan). O mesmo recurso do back lot foi utilizado para reproduzir os arcos e o bondinho tão característicos do bairro carioca.

Não deixa de acompanhar “Caminho das Índias”, todos os dias, a partir das 21h50, no Globo ON, posição 72 da ZAP.