Politica

Eleições2022: CNE assegura condições logísticas para votação em Angola e no exterior

armandomaquengo
Ago 23, 2022

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) assegurou hoje, em Luanda, que “estão criadas todas as condições logísticas”, nas assembleias de voto, para a realização das eleições gerais no dia 24 deste mês.

De acordo com o porta-voz da CNE, Lucas Quilundo, citado pela Angop, o plenário constatou que a maioria das províncias já tem a totalidade da logística, faltando apenas algumas a serem abastecidas no decorrer desta terça-feira (23).

À margem de mais uma reunião do plenário da CNE, Lucas Quilundo assegurou, igualmente,  à imprensa que já estão concluídas as condições para votação, no exterior do país.

“Os consulados das 25 cidades estão em prontidão para receber os eleitores no dia da votação”, garantiu.

Acreditação de observadores

Por outro lado, anunciou que prossegue o processo de acreditação dos Observadores Eleitorais.

Neste momento, acrescentou, já foram acreditados mil e 300, entre nacionais e internacionais.

“Para efeitos de reconhecimento e acreditação de Observadores Eleitorais Nacionais, a Comissão Nacional Eleitoral fixa a quota de até dois mil observadores”, atesta o  artigo 7.º do Regulamento sobre o Reconhecimento e Acreditação dos Observadores Eleitorais.

UNITA e reclamação

Em relação à  participação na Mesa de Voto de membros do governo provincial de Cabinda, disse que esta reclamação da UNITA foi indeferida pelo plenário (…).

Lucas Quilundo esclareceu que a Lei não estabelece qualquer tipo de proibição, aponta os critérios que devem obedecer os membros da Mesa de Voto, daí o indeferimento da reclamação.

“Aquilo que a Lei não proíbe, não pode ser a CNE  a decidir em contrário”, sentenciou.