Actualidade

Fim de Luto: Luandenses homenageiam José Eduardo dos Santos

armandomaquengo
Jul 18, 2022

Centenas de cidadãos residentes na capital angolana renderam, neste domingo, homenagem ao antigo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, falecido na semana passada, em Barcelona, Espanha, por doença.

Nascido a a 28 de Agosto de 1942, em Luanda, e falecido a 8 deste mês, José Eduardo dos Santos era filho de Avelino Eduardo dos Santos e de Jacinta José Paulino.

Apesar do luto nacional ter terminado na sexta-feira, hoje (domingo), várias pessoas perfilaram a entrada da Praça da República para render homenagem e enaltecer os feitos do homem que dirigiu o país entre Setembro de 1979 a Setembro de 2017.

A primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, inclinou ante uma fotografia com efígie do malogrado, depositou uma rosa branca e rubricou o livro de condolências.

A antiga governadora da Lunda Sul, Cândida Narciso, assinou o livro de condolências em prantos.

No final referiu que a acção do antigo líder teve “grande impacto” na vida do país devolveu a dignidade ao povo angolano.

O cidadão Osvaldo Gerónimo Mueneputo disse ser momento de tristeza pelo facto de se ter perdido o líder que trouxe a paz e a estabilidade.

Laura André, cidadã, afirmou tratar-se do “pai da nação”.

Alice de Azevedo Cassoma, outra cidadão, lembrou a direcção determinada José Eduardo dos Santos para por fim guerra na província do Bié, onde vivia.

A secretária adjunta da OMA no município de Belas, Teresa Dias, disse ser merecida a homenagem ao “grande pacificador, professor e conselheiro”.

António Falcão, soba grande do município de Cacuaco, enalteceu a determinação do malogrado na construção da sociedade, a defesa da integridade territorial e na conquista da paz.

De 84 anos de idade, a anciã Maria Filipe da Silva afirmou que “dos Santos que ficou no lugar de Neto era um bom Presidente e que Deus lhe dê o descanso eterno”.

O velório público pela morte do antigo Presidente da República encera esse domingo, apesar do luto nacional ter terminado sexta-feira.

Angop