Lifestyle

Globo brinda público angolano com regresso de “Caminho das Índias”

manuelsumbo
Nov 14, 2022

Vencedora do Emmy Internacional de 2009 de melhor novela, Caminho das Índias retratou peculiaridades da cultura indiana em contraponto com costumes brasileiros.

Primeira novela brasileira a vencer o Prémio Emmy Internacional, Caminho das Índias se passava na Índia e no Brasil, com duas tramas centrais em cada país.

A novela teve como ponto de partida a paixão proibida entre dois jovens indianos de origens distintas: Maya Meetha (Juliana Paes), pertencente a uma tradicional família da casta dos comerciantes, e Bahuan (Márcio Garcia), rapaz que está se formando nos Estados Unidos, é funcionário de uma empresa americana, mas nunca esqueceu as humilhações que sofreu na infância por ser um dalit, um intocável – que, segundo os textos sagrados hindus, é oriundo da “poeira aos pés do deus Brahma”, considerado impuro e condenado a nem mesmo tocar com asua sombra um integrante das castas. Aos dalits estão reservados os trabalhos mais pesados e insalubres, além de um destino miserável.

Filho de dois empregados intocáveis que foram queimados em uma fogueira por terem tocado o seu patrão, enquanto banhava, Bahuan é adoptado, ainda menino, pelo brâmane Shankar (Lima Duarte) – integrante da casta mais alta da sociedade indiana –, que escandaliza os mais tradicionais por conta de sua atitude. Mestre e pai de criação de Bahuan, Shankar quer lhe deixar todo o seu património e se refugiar em meditação nas montanhas do Himalaia.

Shankar e Bahuan, ao longo da trama, sofrem com o preconceito de muitos conservadores, como o comerciante Opash Ananda (Tony Ramos), seguidor ferrenho dos textos sagrados. Maya, filha de Manu (Osmar Prado) e Kochi (Nívea Maria), apaixona-se por Bahuan quando está prestes a fazer um casamento arranjado com Raj (Rodrigo Lombardi), filho de Opash e Indira (Eliane Giardini).

“Caminho das Índias”, estreia no dia 15, terça-feira a partir das 21h50, no Globo ON, posição 72 da ZAP.