Actualidade

Guiné-Bissau: Líder do Madem-G15 pede vitória nas eleições

joaquimjose
Out 03, 2022

O coordenador nacional do Movimento para a Alternância Democrática da Guiné-Bissau (Madem-G15) afirmou, este domingo, que a “hora da mudança chegou” e apelou aos militantes no sentido de trabalharem para que o partido vença as eleições legislativas de 18 Dezembro.

Lanço um grande apelo a todos os congressistas e todos os militantes do partido para que cada um de nós passe a mensagem no seu bairro ou tabanca, sector e região, de que chegou a hora da mudança e que o Madem-G15 conta com cada guineense para contribuir para a alternância democrática e dar a vitória ao Madem-G15 nas próximas eleições legislativas de 18 de Dezembro”, disse Braima Camará.

O político discursava na sessão de encerramento do segundo congresso do partido, que decorreu entre sexta-feira e ontem, e ficou marcado pela morte do presidente honorário Luís Oliveira Sanca.

Braima Camará explicou que o Madem-G15 precisa de vencer para concertar o país, para que seja uma “terra boa para todos os seus filhos”.

“Essa é a razão fundamental da existência do Madem-G15 e isso explica a razão da adesão incondicional dos filhos da Guiné-Bissau nas estruturas do partido, porque há uma vontade de mudar a Guiné-Bissau, Madem-G15 encarnou essa vontade e assume a responsabilidade de conduzir os destinos desta terra nos próximos anos”, afirmou Braima Camará, que foi reeleito coordenador nacional por mais quatro anos.

Dedicado ao tema “Consolidar o partido, promover a unidade nacional e desenvolver a Guiné-Bissau”, o congresso reuniu mais de dois mil delegados em Gardete, nos arredores de Bissau, para escolher a sua nova liderança e definir estratégia para as legislativas antecipadas, marcadas para 18 de Dezembro.

Braima Camará, que liderou o partido desde a sua criação, em 2018, e que conseguiu ser o segundo mais votado nas legislativas de 2019, foi o único a anunciar oficialmente a sua candidatura.