Actualidade

Homem de 66 anos detido no Aeroporto de Luanda com cocaína escondida em cinta elástica

armandomaquengo
Nov 18, 2022

O Serviço de Investigação Criminal, através do seu Departamento de Investigação Criminal do Aeroporto Internacional de Luanda, em coordenação operativa com a Polícia Nacional, SINSE e AGT, deteve, nesta segunda-feira, 14 de Novembro, um passageiro Angolano, na condição de mula, identificado por Kota Edú, solteiro, de 66 anos de idade, natural de Kibocolo/Município de Maquela do Zombo/Província do Uíge, residente em Luanda, no bairro Morro-Bento, por factos que configuram o crime de Tráfico de Droga do tipo Cocaína.


Por: Armando Maquengo
De acordo com os dados, no acto da sua apresentação pública, na terça-feira, em Cacuaco, o cidadão foi detido após ter sido detectado a transportar, de forma dissimulada numa cinta que trajava, 3 quilos de Cocaína.

O SIC refere que, a detenção ocorreu após o desembarque de passageiros do Voo DT-748 ao serviço da Companhia Aérea TAAG-Angola Airlines, proveniente da cidade de Guarulhos, Estado de São Paulo, República Federativa do Brasil, na sala de Desembarque de Voos Internacionais.

Explica ainda que depois de cumpridas todas as formalidades migratórias e aduaneiras, com a verificação intrusiva da bagagem, foi submetido ao Body Scanner, onde detectou-se que nas vestes que trajava uma cinta de cor castanha, continha dissimulada um total de vinte e três (23) pacotinhos de formato rectangular, feitos de papel branco revestidas com plástico transparente e devidamente fitacolado.

No interior dos pacotes continha uma substância em pó de cor branca, que submetido ao teste colorimétrico pelos peritos de campo do LCC, deu positivo para a Droga do tipo (Cocaína) com o peso  total de três quilogramas (03. kg).

O SIC apurou igualmente, de forma preliminar que o cidadão em causa viajou para o Estado de São Paulo no dia 05 de Novembro, com o suposto propósito de visitar o filho de 17 anos de idade que está naquele território a estudar, tendo se hospedado na residência de um suposto amigo de longa data, onde foi na véspera do seu regresso recrutado por um suposto Nigeriano, para transportar a droga, e caso fosse bem sucedido seria  recompensado com o montante de três mil dólares norte-americanos (usd 3000 – um milhão e quinhentos mil kzs).

Diante da gravidade dos factos, o cidadão recebeu ordem de Detenção e a droga apreendida como matéria probatória do crime e, será presente ao Ministério Público para ulteriores trâmites legais, enquanto diligências prosseguem para esclarecimento total deste crime.