Desporto

Huambo: Ciclismo em situação de “letargia” por falta de financiamento 

joaquimjose
Ago 25, 2022

A falta de patrocínios está a condicionar a massificação e o desenvolvimento da prática do ciclismo na província do Huambo, noticiou hoje à ANGOP.

Segundo, José Xavier em declarações à ANGOP, esta quinta-feira, disse que a região, que era tida, até 2017, como uma das cinco províncias mais competitivas do país, com participações regulares em competições profissionais de âmbito nacional e internacional, não dispõe de nenhum clube e ciclistas federados.

José Xavier informou que único patrocinador da modalidade retirou os apoios em 2020, por cota das implicações da pandemia da Covid-19, situação que causou um grande constrangimento para o processo de massificação da modalidade.

Face a esta situação, disse, a província do Huambo deixou de participar nas competições nacionais e internacionais em 2017, quando “pedalou” na prova internacional, denominada “Volta Angola” e no Campeonato Nacional.

Disse que a associação está, neste momento, a procura de patrocínios, para voltar a competir nos campeonatos nacionais e internacionais.

José Xavier fez saber que, apesar dos constrangimentos da prática do ciclismo profissional, a província contínua a competir na categoria de bicicleta de todo terreno, uma modalidade pouco exigente, em termos de recursos financeiros.

Nesta vertente, informou que a província se prepara, com três ciclistas, para participar, a 11 de Setembro próximo, no Campeonato Nacional da categoria, em Cabo Ledo (Luanda).

Informou que o Huambo conta com 50 ciclistas que praticam a modalidade isoladamente.