Actualidade

Japão: Ministro demite-se por relações a seita religiosa Moon

armandomaquengo
Out 25, 2022

O Ministro da Economia do Japão, Daishiro Yamagiwa, demitiu-se, esta segunda-feira, por estar ligado à Igreja da Unificação, mais conhecida por seita Moon, que esteve em foco na sequência da morte de Shinzo Abe, em Julho do ano corrente, quando o assassino Tetsuya Yamagami disse ter atirado contra o ex-dirigente por ódio àquela instituição religiosa, da qual o antigo PM fazia parte.

A demissão de Daishiro Yamagiwa é mais um duro golpe para o governo do primeiro-ministro, Fumio Kishida, devido às ligações de numerosos membros do Partido Liberal Democrata a esta controversa organização religiosa, afirma a Lusa.

Segundo a mesma fonte, o político estava há um ano a trabalhar com o primeiro-ministro japonês, mas decidiu apresentar a demissão que foi validada esta segunda-feira.

“Concluímos que era melhor tomar esta decisão agora. Queria ter certeza de que o meu problema não teria consequências para o governo”, justificou o abandono aos jornalistas, o ex-ministro da Economia do Japão, depois da comissão parlamentar de orçamento.