Saúde

Mais de 150 pessoas morreram de malária no Cuando Cubango

armandomaquengo
Jul 27, 2022

Um total de 159 óbitos por malária foram registados durante o primeiro semestre nos nove municípios que compõem a província do Cuando Cubango, contra 103 casos em relação ao mesmo período anterior, soube a angop.

A coordenadora do programa de combate a malária no Cuando Cunango, Juliana Canjuluca, explicou que o aumento dos casos de mortes resultam das quedas pluviométricas que se fizeram sentir com muita intensidade e o fraco saneamento básico nos bairros dos municípios por parte das famílias.

Esclareceu que, no mesmo período, foram diagnosticados 114 mil e 535 casos de malária, dos quais 47 mil e 59 registados em grávidas, que resultou na morte de uma gestante, contra 89 mil e 668 casos do período anterior.

Em crianças, foram diagnosticados 41 mil e 182 casos positivos de malária, tendo resultado na morte de 81 petizes contra 34 mil e 558 no mesmo periodo em 2021.

A província do Cuando Cubango controla actualmente 111 unidades sanitárias, entre hospitais, centros de saúde, centros médicos e postos de saúde, assegurados por mil 707 funcionários, entre médicos, enfermeiros, técnicos terapêuticos, de diagnósticos e apoio hospitalar.

A província do Cuando Cubango, segunda maior do país em termos de extensão territorial, depois do Moxico, com 199.049 metros quadrados, tem nove municípios, trinta e duas comunas, com uma população estimada em mais de 800 mil habitantes.