Cultura

Mais de 4 grupos marcam início da maratona de teatro na cidade do Huambo

joaquimjose
Dez 07, 2022

Os colectivos de artes Ombala Teatro, Composto da Palavra, Nkumby-Lixia, Morro do Moco, o grupo de teatro Twapandula Angola, o Team do Humor, Valente Ekuikui e Os Picantes, participaram de uma “maratona” de teatro que foi realizada pelo colectivo de artes Vanguevove, alusiva ao seu 18º aniversário, na província do Huambo.

As peças de teatro apresentadas ao público foram escritas com base na realidade da província do Huambo, em particular, e do país, em geral. Os nossos trabalhos são baseados em factos do quotidiano dos cidadãos, nos quais retratamos os dramas, os romances e o humor no seu dia-a-dia, assim como a realidade social do citadino da província do Huambo”, disse José Moço, membro do Colectivo de Artes Vanguevove, citado pela Jornal de Angola.

O evento que aconteceu, domingo, no anfiteatro da Biblioteca Provincial do Huambo foi testemunhado por figuras ligadas ao Governo daquela cidade ficou marcado também com espetáculos de “cinco grupos de teatro, músicos, poetas e humoristas convidados, estiveram à altura do pretendido, de acordo com José Moço, destacando que “superaram as expectativas do público e as dos membros do colectivo de artes Vanguevove”

“Está a ser um caminho bem escalado no mundo da arte cénica no Huambo, mas há muito por se fazer. Por outro lado, temos a lamentar a falta de apoios e a escassez de salas de teatro. Temos recebido promessas do Gabinete da Cultura a nível local, porém, até aqui não foram cumpridas”, disse Marcolino Eurico, director do colectivo de artes Composto da Palavra, que agradeceu o convite endereçado pelo grupo Vanguevove ao seu conjunto, tendo reconhecido o percurso dos anfitriões.

Por essa razão, o responsável do colectivo de artes Composto da Palavra apelou às estruturas de direito a apoiarem as actividades concernentes à cultura, para que o Huambo sobressaia nessa vertente.