Desporto

Mali e Mauritânia jogam último encontro para apuração aos quartos-de-final

joaquimjose
Jan 24, 2023

O desafio de hoje, às 18h00, entre os dois países é aguardado com grande expectativa por parte dos adeptos do futebol, sendo que o conjunto que vencer passa, automaticamente, para os quartos-de-final, conforme o JA.

As selecçōes do Mali e da Mauritânia protagonizam, hoje, às 18h00, no Estádio Miloud Hadefi, em Oran, as atenções da terceira e última jornada do Grupo D da Taça CHAN.

“Queremos vencer o adversário”

O seleccionador da Mauritânia, espera um opositor forte, de grande qualidade, num jogo que “não será fácil e decisivo, porque qualifica uma das equipas para os quartos-de-final. Temos de entrar fortes e tentar resolver o jogo nos minutos iniciais”, garantiu Amir Abdou, citado pelo Jornal de Angola.

Questionado sobre o conjunto adversário, o treinador da Mauritânia teceu rasgados elogios a selecção maliana. “É uma boa equipa e bem comandada por Nouhoum Diané. É muito forte nos contra-golpes. Estudamos perfeitamente o oponente. Estou convencido que faremos um bom jogo e passar para a segunda fase”, referiu, sublinhando que a Mauritânia não veio ao CHAN para fazer turismo: “Estamos aqui para competir com qualquer adversário. Respeitámos todas as selecções, mas não as tememos”.

“Estamos proibidos de falhar”

O técnico maliano, assume total favoritismo na partida com a Mauritânia, apesar de respeitar o conjunto adversário. “Estamos proibidos de falhar. Não nos passa pela cabeça um outro resultado, que não seja os três pontos. Os jogadores estão mentalizados e sabem o que têm de fazer para vencermos o jogo”, garantiu ao Jornal de Angola.

Em relação à selecção mauritana, Nouhoum Diané disse que “vamos defrontar uma equipa matreira e bem arrumada. Temos de ser fortes e procurarmos vencer o encontro. Ambicionamos os quartos-de-final e queremos lá estar”, realçando o espírito que reina no grupo de jogadores na véspera do embate com a Mauritânia. “A convicção é forte e todos estão unidos à volta do objectivo primordial, o apuramento”.