Actualidade

Manuel Chang extraditado para os Estados Unidos

manuelsumbo
Jul 12, 2023

O governo sul-africano entregou o antigo ministro das finanças de Moçambique, Manuel Chang, às autoridades americanas, nesta quarta-feira, para ser julgado em Nova Iorque, no caso famoso caso “Dívidas Ocultas”.

O ex-ministro das Finanças de Moçambique é acusado de ajudar a orquestrar um escândalo de corrupção financeira que quase causou o colapso da economia do seu país e defraudou investidores americanos, foi extraditado da África do Sul para os Estados Unidos, nesta quarta-feira para enfrentar acusações no Tribunal Distrital Federal.

Manuel Chang, o ex-ministro, é suspeito de assinar cerca de US$ 2 bilhões em empréstimos ocultos do público e participar de um esquema para desviar centenas de milhões de dólares. Ele enfrenta acusações nos EUA de conspiração para cometer fraude e lavagem de dinheiro.

As autoridades acusam Chang e membros da elite política do país de atrair investidores com a promessa de projectos de desenvolvimento na indústria da pesca do atum e segurança marítima em Moçambique, um país da África Austral no Oceano Índico.

Cerca de meio bilhão de dólares desapareceram, com os investigadores alegando que o dinheiro foi usado para pagar subornos e propinas a funcionários estrangeiros e ex-banqueiros.

Manuel Chang, que negou qualquer irregularidade, foi transferido para a custódia de autoridades dos Estados Unidos e deixou a África do Sul pelo Aeroporto Internacional de Lanseria, ao norte de Joanesburgo.