Actualidade

Meu pai morreu por não ter apoiado João Lourenço – Tchizé dos Santos

manuelsumbo
Jul 12, 2022

Durante a entrevista cedida à CNN Portugal, Tchizé dos Santos, filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, chegou a afirmar que o seu pai, morreu por não ter apoiado o actual presidente João Lourenço.

Durante a entrevista Tchizé dos Santos reafirmou que pediu uma investigação por tentativa de homicídio – omissão do dever de assistência, lesões por negligência grave e divulgação de segredos por pessoas próximas ao pai – porque “uma das afirmações que consta nos autos é que o meu pai ficou 16 horas sem comer”.

Mas Tchizé foi mais longe: “Foi-me negada a possibilidade de pôr um enfermeiro a tempo inteiro na casa do meu pai” pelo médico particular João Afonso, que a empresária angolana tem acusado sucessivamente de ser um dos cabecilhas do alegado plano de João Lourenço para matar José Eduardo dos Santos.

“O que eu quero investigar, ou que pedi que se investigasse, é que de facto foi deteriorada a saúde do meu pai como consequência de acções das pessoas denunciadas e não por envenenamento.”

Na lista das pessoas denunciadas ou acusadas por Tchizé dos Santos constam o actual presidente angolano, João Lourenço, Ana Paula dos Santos, e o médico particular João Afonso.

A empresária sempre alegou convictamente que a morte do pai foi premeditada. Que havia um plano liderado pelo actual presidente angolano – que acusou de ser “corrupto”, “criminoso” e “ditador”.

“Eu acho que o meu pai morreu por não ter apoiado João Lourenço” nas eleições que se realizam a 24 de agosto em Angola.

As acusações continuaram. “É curioso que os jornalistas tenham acesso a mais informação do que eu. É muito curioso que o João Lourenço tenha ficado a saber do falecimento do meu pai e tenha anunciado primeiro do que eu. Eu fiquei a saber pelo senhor Lourenço do falecimento do meu pai.”Concluiu.