Politica

MIREX diz que decisão sobre saúde de José Eduardo dos Santos é da família

armandomaquengo
Jun 30, 2022

Tete António refuta informações de que tenha ido a Barcelona para pressionar médicos a desligar as máquinas e reitera que o Governo assume todas as despesas do tratamento do antigo Presidente.


O ministro das Relações Exteriores de Angola negou que se tenha deslocado a Barcelona, onde se encontra internado num hospital o antigo Presidente José Eduardo dos Santos, para orientar os médicos a desligarem os máquinas a que ele está ligado, como insinuou recentemente a filha Tchizé dos Santos.Citado pela Rádio Nacional de Angola, nesta quinta-feira, 30, Tete António garantiu que o Governo angolano tem assumido todas as despesas do tratamento do antigo Chefe de Estado, e assim continuará a ser.“Nós limitamos em cumprir uma missão que nos foi dada pelo Presidente da República que é de virmos aqui para inteirarmos do estado de saúde do Presidente José Eduardo dos Santos”, afirmou António, quem escusou dar pormenores sobre a saúde que, segundo ele, cabe aos médicos.

Questionado se a missão da delegação por ele chefiada tinha por objectivo desligar as máquinas do antigo Presidente, o chefe da diplomacia angolana refutou essas informações e afirmou que tal decisão cabe à família.

Tete António lembrou que “somos africanos, temos uma cerca cultura que não conduz a este tipo de hipóteses”.

Este, reiterou também que, “como fez no passado, o Governo vai continuar a assumir as suas responsabilidades, incluindo os custos da hospitalização” e sublinhou que “trata-se de um ex-Presidente da República e a República de Angola tem responsabilidades acrescidas em situações do género”.