Cultura

Músico angolano Tonito Fortunato morre aos 82 anos em Lisboa

joaquimjose
Ago 02, 2022

O músico e compositor Tonito Fortunato faleceu segunda-feira, em Lisboa, vítima de doença, segundo confirmou o infortúnio, ao Jornal de Angola, uma fonte familiar do artista, que deixa para posteridade temas como “Monangambé”, “Undengue Uami”, “Canto Evocativo”, “Mariquinha” e “Engraxador”.

Tonito Fortunato encontrava-se em Lisboa por questões de saúde. Em nota de condolências, enviada à redação do Jornal de Angola, o ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Filipe Silvino de Pina Zau, refere que foi com profunda dor e consternação que tomou conhecimento do falecimento de António Pascoal Fortunato, 2Tonito”, ocorrida ontem, por doença, em Lisboa, aos 82 anos.

“Nesta hora de dor e profunda tristeza, o ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Filipe Silvino de Pina Zau, em nome de todos os seus colaboradores, endereça à família enlutada e à União Nacional de Artistas e Compositores – UNAC – sentimentos de pesar”, lê-se na nota.

O músico foi um dos defensores da música e cultura angolanas e passou estes valores ao irmão, o jornalista e crítico musical, Jomo Fortunato, assim como teve como preocupação a documentação de cantores e compositores para melhor conhecerem a história da música angolana, da qual esteve envolvido nas principais fases.

Os poetas também mereceram a atenção do músico e compositor e são exemplos as obras “Caminho do Mato”, numa interpretação de Belita Palma, e “Engraxador”, de Jofre Rocha. Em 2015, lançou o álbum “Mafumeira”, gravado entre Luanda, Paris e Faro, produzido pela Kissanje Produções, com temas em kimbundu e português. Em 2011, recebeu uma homenagem no Festival da Canção de Luanda com os concorrentes a interpretarem composições de sua autoria.

Funcionário sénior do Ministério da Cultura, Tonito Fortunato exerceu a função de adido cultural de Angola, em São Tomé e Príncipe.

Nos últimos anos fazia poucas actuações, sendo uma das mais mediáticas a participação no Show do Mês, como convidado de Carlitos Vieira Dias. A parceria com o Duo Canhoto também foi marcante nos últimos anos. Mesmo ausente dos palcos, as suas composições continuam presentes em vários espectáculos.

António Pascoal Fortunato, conhecido por Tonito, nasceu aos 6 de Junho de 1940, em Icolo Bengo, no Bairro São João. Desde criança que ouvia a mãe cantar enquanto executava os afazeres domésticos e foi influenciado pelos coros da Igreja Metodista Unida. No período da canção revolucionária também esteve envolvido, mas antes passou pelos Ngola Ritmos e outras formações artísticas.