Actualidade

Novos comboios postos em circulação para facilitar na mobilidade urbana

armandomaquengo
Jul 26, 2022

A melhoria da mobilidade urbana na capital levou a direcção do Caminho de Ferro de Luanda a colocar à disposição do público da capital quatro novos comboios de passageiros, em circulação desde segunda-feira, 25 de julho.

Com os novos comboios, explicou o porta-voz do Caminho de Ferro de Luanda, Augusto Osório, vai aumentar, consequentemente, a frequência diária de viagens, de oito para 22. Os trens, contou, têm a capacidade de transportar até 700 passageiros. “Com isso poderemos levar 13 mil pessoas diariamente”, disse.

As locomotivas, avançou, vão ajudar, assim, a responder a crescente procura por transportes públicos na capital. “O objectivo é melhorar o transporte de passageiros, com qualidade, através de novos comboios”, adiantou, além de reforçar que hoje, o primeiro trem partiu às 5h00, da Estação do Bungo com destino a Viana. “Foi uma viagem agradável”, destacou.

Alguns constrangimentos, como os atrasos, nesta primeira fase, vão acontecer, por ser um período de adaptação dos utentes dos comboios, muitos deles desconhecedores do novo horário. “Neste caso, durante alguns dias, enquanto houver esse período de adaptação, vamos ter paciência com os passageiros”, garantiu, além de informar que as frequências encerram às 19h00, de Viana ao Bungo.

Os novos comboios, disse, em comparação aos antigos, são modernos, mais rápidos, silenciosos e feitos com um material muito leve, ao ponto de o tornar numa locomotiva flexível. “Por isso é essencial que os populares cuidem e preservem os comboios, um meio à disposição de todos. É preciso evitar actos de vandalização, ou práticas como depositar lixo ou fazer de mercado de rua as linhas férreas”, apelou.

Pela rapidez das novas locomotivas, Augusto Osório chama a atenção das pessoas para os perigos das travessias na linha férrea. “Toda a atenção é pouca para se evitarem os casos de atropelamento. Este comboio é mais silencioso que o anterior. Logo as pessoas devem ter atenção redobrada. Como é um bem comum, possíveis actos de vandalização também precisam ser evitados”, disse.

A implementação dos novos comboios, acrescentou, vai permitir, igualmente, a reabertura de estações encerradas, como a da Rotunda, Filda, Comarca, Entroncamento, Hia e Catete.

JA