Politica

Observadores da CPLP cumprem missão eleitoral

armandomaquengo
Mar 18, 2022

Uma missão de observação da CPLP iniciou quinta-feira(16), em Dili, trabalhos de apreciação ao processo eleitoral no âmbito das presidenciais em Timor-Leste, através de vários contactos com entidades oficiais.

Angola, na qualidade de presidente da CPLP, indicou o seu embaixador José Guerreiro Alves Primo para chefiar a Missão de Observação Eleitoral (MOE), que integra diplomatas dos Estados- membros, funcionários do Secretariado Executivo da organização e uma delegação de deputados portugueses, em representação da Assembleia Parlamentar da comunidade.

Às eleições presidenciais, concorrem 16 candidatos, entre os quais, se destacam Francisco Guterres Lu-Olo, actual Presidente da República, desde 2017, e José Ramos-Horta, actual líder da Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (FRETILIN), que já foi candiadato à presidência em 2007, 2012 e 2017. José Ramos Horta já foi Presidente da República, entre 2007 e 2012, e ministro dos Negócios Estrangeiros, em 2002.

De destacar, ainda, entre os actuais candidatos, o padre Martinho Gusmão, que se desvinculou do sacerdócio para se candidatar às presidenciais, o antigo embaixador de Timor-Leste nos Estados Unidos da América, Constâncio Pinto, como independente, além de Lere Anan Timur, general e ex-Comandante das Forças Armadas de Timor-Leste.

Concorrem igualmente Milena Pires, esposa do actual secretário Executivo da CPLP, Zacarias da Costa, assim como Isabel Ferreira, mulher do antigo Presidente timorense, Taur Matan Ruak, e Ângela Freitas, médica e líder do Partido Trabalhista de Timor-Leste, que concorreu às presidenciais, em 2017.

A MOE permanece em território timorense até 27 do corrente mês, tendo previsto encontros com os candidatos, com as autoridades da administração e gestão eleitoral, nomeadamente a Comissão Nacional de Eleições (CNE) e o Secretariado Técnico de Apoio Eleitoral (STAE).

Fonte: JA