Actualidade

Onda de calor: Portugal pintado de vermelho e laranja

armandomaquengo
Jul 12, 2022

As temperaturas naquele país europeu, podem chegar aos 45ºC nos próximos dias em muitas regiões ou até ultrapassar e, são condições que exigem cuidados redobrados, segundo a SIC Notícias.

Segundo dados, as temperaturas vão permanecer altas, com a maioria do território nacional perto dos 40 graus, na mesma altura em que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) não exclui a possibilidade de se atingir um máximo histórico de temperatura.

Algumas dessas subidas serão de mais de dez graus: no Porto, por exemplo, a máxima vai passar de 22 para 36 graus.

As regiões do Vale do Tejo e do interior do Alentejo serão as mais quentes e poderão até atingir temperaturas superiores a 40 graus, ou seja algumas localidades poderão registar máximos históricos, já que em Portugal nunca foram registadas temperaturas superiores a 47,3 graus desde que há registos.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera vai activar o aviso vermelho – o mais elevado da escala – em oito distritos do país.

Patrícia Gomes, meteorologista do IPMA, explica que “quase todo o território do continente” vai estar com “valores de temperatura máxima superiores a 40ºC”, o que, só por si, “é uma situação que não é muito normal e grave em todos os aspetos”.

Segundo as previsões do IPMA, quinta-feira deverá ser o dia mais quente da semana. O distrito de Évora poderá chegar aos 46 graus, Santarém aos 45, Castelo Branco aos 44, Portalegre, Vila Real, Braga e Beja aos 43 e para Lisboa são esperados 40 graus.

Nos próximos dias, o distrito de Santarém poderá bater um novo recorde europeu se ultrapassar os 48,8 graus – valor registado em 2021 na Sicília, em Itália.