Actualidade

Passageiros impedidos de viajar sem bilhete de regresso válido

manuelsumbo
Jul 14, 2023

A TAAG fez saber esta quinta-feira que, vários passageiros que pretendiam viajar para Portugal, Brasil e outros destinos foram impedidos de embarcar por “não possuírem” bilhete de regresso ao país de origem válido no seu sistema.

Segundo uma nota da TAAG, os referidos passageiros, que pretendiam deslocar-se ao exterior a partir do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, possuíam apenas “visto de turismo” e “sem o bilhete de regresso ao seu país de residência válido em sistema”.

A TAAG refere que um dos critérios para o embarque de passageiros detentores de visto de turismo, “é serem possuidores de bilhete de ida e de bilhete de regresso para o seu país de residência”.

O bilhete de regresso, observa a transportadora aérea, apenas é dispensado para cidadãos nacionais ou residentes do país de destino, bem como passageiros com visto de estudante.

“Apesar de o passageiro conseguir realizar o check-in online do seu voo de ida, aquando no aeroporto (local e de destino), existem demais etapas de controlo e avaliação”, salienta-se na nota.

Vários passageiros estão retidos, desde sábado passado, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, nesta condição, apesar de estes terem pago os bilhetes de passagem junto da Agência Palmira Viagem, como noticia o Novo Jornal.