Economia

PCA do IGAPE garante privatização da Sonangol para dentro dos próximos 5 anos

armandomaquengo
Set 05, 2022

O presidente do Conselho de Administração do Instituto de Gestão de Activos e Participação do Estado (IGAPE), Patrício Vilar garantiu que, se o mercado estiver preparado, a Sonangol será privatizada, noticiou esta segunda-feira,05, o Mercado.

“Não sabemos se a Sonangol será privatizada em 2023, 2024 ou 2025”, disse o PCA do IGAPE numa entrevista citada pela Bloomberg.

O que posso garantir é que, se o mercado estiver preparado, a Sonangol será privatizada” durante o mandato de cinco anos do novo governo, afirmou. A privatização parcial da petrolífera nacional tem sido sucessivamente prometida, mas está ainda por concluir.

O responsável reiterou o compromisso do governo angolano, mas ressalvou que a venda pode ser composta por várias fases, com os termos ainda por definir.

A venda de participações do Estado no Banco Caixa Geral Angola, rede de postos de gasolina Sonangalp, empresa TV Cabo Angola e a seguradora ENSA estão entre as previstas para este ano.

“Temos que ter cuidado para não inundar o mercado”, disse Patrício Vilar.

A Sonangol divulgou em Julho os resultados do ano passado, tendo registado o melhor desempenho desde 2014. A empresa fechou 2021 com um lucro de 2,1 mil milhões USD, um crescimento de 152% face a 2020.

O País deu início, em 2019, ao Programa de Privatizações Integral e Parcial de Empresas Públicas (Propriv), com uma lista de 195 activos, aos quais foram adicionados outros 16 e, mais tarde, retirados 71, totalizando 140 empresas.

O Presidente João Lourenço havia prometido avançar com os esforços para diversificar a economia, atrair investimentos estrangeiros e empregos. Angola, que é o segundo maior produtor de petróleo da África subsariana depende do petróleo bruto para mais de 90% da sua receita de exportação.