Saúde

Registados cerca de 226 casos suspeita de sarampo

armandomaquengo
Ago 30, 2022

Duzentos e 26 casos suspeitos de sarampo, uma doença viral de fácil contágio, foram registados, entre Janeiro e Junho deste ano, pelas autoridades sanitárias da província do Huambo, contra 160 do igual período de 2021.

Ao falar à Angop, esta terça-feira, sobre a situação e os números nessa região do Planalto Central, o chefe do departamento local de Saúde Pública, Valentim Católo, informou que a província debate-se com nove casos positivos de sarampo, facto que confirma a existência de um surto desta patologia.

O responsável disse estarem aguardar por mais resultados das amostras colhidas nos 11 municípios da província do Huambo e em processamento no laboratório central de Luanda, capital do país, enquanto decorrem, localmente, campanhas pontuais de vacinação em zonas suspeitas.

Valentim Católo anunciou, para Setembro próximo, a realização de uma mega campanha de vacinação contra o sarampo, com objectivo de cortar a cadeira de transmissão da doença.

Sem precisar o número de crianças a vacinar, o responsável apelou aos pais e encarregados de educação a levarem os filhos à vacina, para a prevenção do sarampo e outras enfermidades.

Lembrou que o sarampo é uma doença viral, altamente contagiosa, cuja infecção é possível prevenir, por via de vacinas de rotinas, inseridas no Calendário Nacional de Vacinação.

Acrescentou que esta patologia é, habitualmente, tratada como uma enfermidade benigna, embora exista a possibilidade de surgirem casos de maior gravidade que, em circunstâncias extremas, podem levar à morte.

Tem como sintomas febres altas, coriza (congestão e corrimento nasal – constipação), tosse seca,  conjuntivite, olhos vermelhos e lacrimejantes, dor de garganta, manchas brancas no interior da boca (manchas de Koplik).