Politica

SIC detém cidadãos por forjarem assinaturas de mais de 600 cópias de BI para criação de um partido político

armandomaquengo
Out 12, 2022

O Serviço de Investigação Criminal, através da sua Direcção Provincial do SIC Lunda Norte, deteve, no município do Cuango, nos dias 07 e 09 de Outubro, três cidadãos, de 16, 23 e 24 anos de idade, pelo crime de falsificação de documentos, consubstanciado na falsificação de assinaturas de cópias de bilhetes de identidade.
O SIC, em nota de imprensa, acusa os mesmos cidadãos de obtenção indevida dos referidos documentos, numa reprografia, vulgo “Konica”, cujo fim se destinava na utilização destas para legalização de um suposto partido político.

Segundo consta da nota, o acto foi descoberto, mediante denúncia anónima, quando o suposto autor principal de 23 anos, que deslocou-se de Luanda para o Cuango, aliciou um dos implicados, que trabalha numa reprografia, vulgo “Konica”, com a oferta de uma viatura, caso este conseguisse duplicar a maior quantidade de cópias de bilhetes de identidade de cidadãos que ali acorrem para fotocopiar os seus documentos, sendo que essas cópias se destinavam a legalizar o partido denominado: Congresso Unido Democrático de Angola “CUDA”.

O SIC avança que, na posse deste, foram encontradas e consequentemente apreendidas, mais de 600 cópias de BI, anexadas às declarações de subscrições de adesão ao respectivo projecto de partido político, onde, nestas declarações, por imitação forjaram as assinaturas dos titulares dos bilhetes de identidade, como se, de assinatura idónea se tratasse.

“Na ocasião foram também apreendidos, como matéria probatória do crime, um computador portátil, uma resma de papel formato A4, dois agrafadores, uma tesoura, entre outros meios”, conforme se pode ler ainda.

Assim sendo, os cidadãos ora detidos, serão oportunamente presentes ao Magistrado do Ministério Público, para o primeiro interrogatório, enquanto outras diligências prosseguem.

Todavia, o SIC apela aos cidadãos, maior atenção e cuidado na utilização dos seus documentos pessoais, sobretudo o Bilhete de identidade, que é unipessoal e intransmissível.