Cultura

SSP anuncia última aparição pública com Jeff Brown no “Unitel Festa da Música”

joaquimjose
Mai 20, 2022

Trinta e um anos depois do seu surgimento no mercado angolano, o grupo SSP fará a sua última aparição pública com a presença de Jeff Brown, na 7 edição do “Unitel Festa da Música” a realizar-se nos dias 4 e 11 de Junho e 2 de Julho nas províncias da Huíla, Benguela e Luanda, anuncio o PlatinaLine.

O anúncio da última aparição pública de Jeff Brown no grupo foi feito por Big Nelo, integrante e membro fundador do grupo, à margem da conferência de imprensa de apresentação da 7ª edição do festival “Unitel Festa da Música.”

O músico sublinhou que este último momento vai ser de muita nostalgia, por serem uma família que, apesar de já saberem da decisão do colega, pretendem proporcionar uma última apresentação ao público.

Nós tínhamos a obrigação de dar uma satisfação aos fãs dos SSP. Conseguimos convencer o Jeff Brown reconsiderar a sua posição anterior para este último momento, pedido que aceitou e a gente agradeceu a atitude dele”, acrescentou.

O artista acredita que será um momento que vai tocar e marcar muitas pessoas, pois vão procurar despedir-se do colega da melhor maneira e com músicas bem selecionadas do grupo.

Lembrar que o quarteto esteve reunido em Abril de 2019 para assinalar os 28 anos de existência e em Setembro de 2020 durante um show Live no Kubico.

O SSP carrega na sua carteira os sucessos “Eu só quero te amar”, “Olhos café”, “Etu mwangolé”, “É bom”, “Táctica lírica”, “Abandalho”, “Te quiero”, “Playa” e “Deus”, “Amar sem ser amado”, “Canta comigo (essa keta)”, “Reis da Noite”, “Não vale A Pena” entre outros.

Fundando em 1991, SSP tornou-se muito mais do que um simples conjunto de Rap, pelo facto de romperem barreiras coroadas de preconceitos, num momento em que o Hip-Hop, em Angola, era visto com algum “desprezo”. O grupo como tal já não existe, mas de vez em quando se junta para o espectáculo.

O grupo que lançou os discos, nomeadamente “99% de amor”, “Alfa” e “Odisseia”, “Amor e ódio” e “Momentos da trajectória”.

SSP conquistou os prémios de melhor álbum e melhor grupo de hip-hop, em 1997, com o disco “99% de Amor”, pela Rádio Luanda, bem como melhor álbum e grupo de hip-hop/rap de Angola com “Odisseia” pela RTP/África.

Ainda com este disco ganhou o prémio Vidisco, em 1999, e com o álbum “Alfa” conquistou os prémios de melhor disco, grupo hip-hop/rap e melhor marketing, em 2000.

Em 2002 foi considerado o melhor grupo de música moderna no concurso Moda Luanda.