Actualidade

Tanzânia identifica doença misteriosa que matou três pessoas

manuelsumbo
Jul 19, 2022

A Tanzânia anunciou esta segunda-feira, que identificou uma misteriosa doença que causou a morte de três pessoas no sudeste do país como leptospirose, uma doença bacteriana transportada por roedores e normalmente benigna para os humanos.

Na semana passada, as autoridades tanzanianas enviaram uma equipa de médicos e peritos para investigar a doença na região de Lindi, onde foram detectados 20 casos.

Numa visita à região, a ministra da Saúde, Ummy Mwalimu, disse que a doença era causada por uma bactéria excretada por animais selvagens, como ratos ou raposas, e transmitida através da água ou alimentos contaminados pela urina destes animais.

“A boa notícia é que esta doença é evitável e tratável”, disse o ministro, apelando ao público para permanecer calmo.

A maioria dos doentes recuperou da doença, cujos sintomas incluem hemorragias nasais, febre, dores de cabeça e fadiga, mas dois permanecem em isolamento, disse ela.

Todos deram negativo para Ébola, covid-19 e Marburg, uma febre hemorrágica quase tão mortal como o Ébola, dos quais dois casos foram registados no Gana no domingo.

A Presidente da Tanzânia, Samia Suluhu Hassan, disse a 12 de julho que a doença “estranha” poderia ter sido causada por “interações crescentes” entre humanos e animais devido à degradação ambiental.

A Leptospirose é uma doença bacteriana que ocorre em todo o mundo. Nos humanos, é frequentemente suave, mas pode causar insuficiência renal.

Lusa